Detalhe
Voltar ao Início Orçamento Participativo - Amadora
OP'15 - Bem-vindo

Detalhe

Início  >  Orçamentos em Curso  >  Propostas para Orçamento Participativo 2020  >  Proposta 15 - Criar um Parque Canino num Jardim de cada Freguesia da Amadora

Proposta 15 - Criar um Parque Canino num Jardim de cada Freguesia da Amadora

De acordo com o decreto-lei 314/03, é obrigatório o uso por todos os cães e gatos que circulem na via ou lugar públicos de coleira ou peitoral, no qual deve estar colocada, por qualquer forma, o nome e morada ou telefone do detentor.

Assim, para que os donos de cães cumpridores da lei em vigor tenham a possibilidade de proporcionar aos seus animais de estimação o exercício físico, a estimulação sensorial e cognitiva dos seus animais, bem como a sua socialização entre pares e outros seres humanos, a criação de parques caninos em meio urbano é uma necessidade incontornável.

Das pesquisas realizadas na Internet, verifica-se que Oeiras possui 11 parques caninos e Lisboa 16 parques caninos.

No concelho da Amadora, existem apenas 2 parques caninos, ambos localizados no Parque das Artes e Desporto, sendo que um deles ainda não se encontra vedado (Imagem 1, em anexo), pelo que de acordo com a lei em vigor, não é possível soltar os cães nesse parque.

Acresce ainda ao facto, de que muitos donos de cães já são pessoas idosas que têm dificuldade de se deslocar para longe da sua área de habitação. Além disso, aqueles que se podem deslocar, normalmente vão fazê-lo através da utilização de viatura própria, não promovendo uma redução na emissão de CO2.

A proposta vai no sentido de adaptar uma área (com um mínimo de cerca de 200m2) num jardim já existente, que permita criar um parque canino em cada uma das freguesias do concelho, que ainda não possua essa infraestrutura.

A título de exemplo anexa-se uma possível proposta de implantação para o Parque Delfim Guimarães, na freguesia da Venteira (imagem 2)

A adaptação de parte de um jardim, para implantar o parque canino tem várias vantagens, nomeadamente:

• Orçamento mais reduzido, uma vez que se trata de uma adaptação de um espaço já existente – como se mostra no exemplo do Parque Canino do Jardim Fernando Pessa em Lisboa (imagem 3)

• Existência de uma série de obstáculos naturais que estimulam os sentidos dos animais – árvores e arbustos

• Existência de acesso a água, que possibilita a instalação de bebedouros

• Redução das necessidades de manutenção desse espaço, do ponto de vista de jardinagem e redução do consumo de água pela rega

• Possibilidade de realizar diversas ações de divulgação, consciencialização e fiscalização para os donos dos animais e população em geral

• Permitir aos donos dos cães soltar os seus animais em segurança, sem incomodar os restantes transeuntes

Margarida Fonseca
11-06-2019
Venteira

Submissão
Faltam
Meses
Dias
Horas
Minutos
Câmara Municipal da Amadora
Av. Movimento das Forças Armadas - Mina de Água, 2700-595 Amadora
tel. 214 369 000 | e-mail. orcparticipativo@cm-amadora.pt
powered by Wiremaze
designed by Vasco Falardo CMA